De 26 de Maio a
03 de Junho de 2018

A origem da Festa do Divino Espírito Santo em Biritiba Ussú

O Espírito Santo é a terceira pesso da Santíssima Trindade, portanto é uma festa em louvor a Deus, muito alegre e bonita. É um misto de folclore e religiosidade.

Contada por moradores mais antigos, a festa do Divino em nosso bairro começou a mais de um século, quando um casal de agricultores já cansados de sua colheita que nunca vingava, onde tudo que plantavam acabava sendo destruído por gafanhotos.

Diante de tantos prejuízos devido a essa “praga” que se instalaram em suas terras, eles estavam cada vez mais desanimados e já passavam por grandes dificuldades, quando esse casal muito católico e devoto do “Espírito Santo” reuniu sua família e com muita fé rezaram suplicando a proteção do Espírito Santo, que fizesse com que sua plantação vingasse e que esses insetos saíssem de suas terras.

Seus pedidos foram atendidos e naquele ano houve uma boa colheita e muita fartura. Em agradecimento diante do ocorrido a 1ª festa foi realizada. Durante nove dias foram feitas novenas com muita fé, oração, devoção em honra e louvor do Divino Espírito Santo com comida e bebida a todos os devotos.

Dessa data em diante durante o “Pentecostes” é realizada a festa em agradecimento ao Espírito Santo pela colheita do ano. Todos os agricultores prestavam sua homenagem.

Essa tradição foi passando de geração em geração até os dias atuais com algumas modificações, mas a fé e a religiosidade continuam cada vez mais crescente e fervorosa em todos os devotos.

Partindo dessa origem, aqui em nosso bairro no sábado que antecede o último dia de festa, é realizado um cortejo de tratores dos agricultores da região dirigidos por eles ou por familiares, passando pelo bairro e trazendo consigo o melhor de sua colheita em agradecimento por todo o ano de trabalho.

Nesse cortejo é convidada toda a população a participar e as crianças se acomodam nos tratores numa alegria intensa, carregando bandeirinhas do Divino.

Também participam os festeiros e ex-festeiros, grupos folclóricos e todos os devotos carregando bandeiras do Divino Espírito Santo. Cantando e rezando com muita fé e alegria até o pátio da igreja onde esse alimento recebe a benção do Sacerdote e em seguida é distribuída ao povo.

Apoio